COMO FUNCIONA NOSSO PROCESSO DE CONTRATAÇÃO

1 Crie uma conta no site
2 Escolha um curso
3 Realize seu pagamento on-line
Caso tenha alguma dificuldade envie e-mail contato@ibrafi.org.br. Obrigado!

FALE CONOSCO

Seg. a Sex. 9:00 - 18:00
Tel: (11) 3286-4855
contato@ibrafi.org.br

Imposto

Após dois anos de retiradas líquidas de recursos (saques maiores do que depósitos), a poupança voltou a atrair investidores em 2017.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), o terceiro componente do IGP-DI da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Depois de ficar abaixo de 14% do PIB em 2016, a taxa de poupança doméstica subiu um pouco, atingindo 14,4% do PIB nos quatro trimestres até setembro do ano passado.

A Caixa Econômica Federal divulgou nesta quarta-feira que fechou 2017 com captação líquida positiva de depósitos de poupança de R$ 8 bilhões.

Tudo indica que a caderneta vai pagar um rendimento miúdo, tanto em termos nominais como em relação à inflação, em 2018. No ano passado, a conta do dia 1º apresentou uma rentabilidade acumulada de 6,61%.

Diante de um cenário em que os juros referenciais de mercado (DI) estão abaixo de 7% ao ano em 2018, o investidor terá como alternativas de diversificação a aplicação em fundos multimercados ou ações.

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado para reajustar a maioria dos contratos imobiliários, teve variação positiva de 0,89% em dezembro, após variar 0,52% em novembro.

Levantamento da empresa Melhor Taxa aponta que, entre os principais bancos, financiamento caiu 2 pontos porcentuais desde o começo de 2017.

A área técnica da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) deve insistir no seu posicionamento sobre a forma da reconhecimento de receita da atividade de incorporação imobiliária e orientar as empresas a seguir fazendo o registro ao longo da obra.

Uma redução dos compulsórios teria o potencial de liberar pelo menos R$ 35 bilhões para o sistema financeiro.

ACESSE SUA ÁREA DO ALUNO

CRIAR CONTA

ESQUECE OS SEUS DETALHES?

TOPO